Visitando a história

Graça, Paz e Alegria!


Leia Ageu 1.1-11

O povo de Israel tinha sido levado cativo para a Babilônia, sendo exilado, tirado de sua terra natal. Como é difícil ir a uma terra estranha! Ainda mais depois da cidade ser cercada, com batalha e ser dominado nesse novo lugar! Isso tinha acontecido com o povo por volta do ano 587 a.C., sendo esse o momento definitivo do exílio! Mas desde 609 a. C. já começava essa realidade. Pelo menos duas vezes antes desse momento definitivo Jerusalém foi alvo da ação dos babilônicos, alguns já foram deportados, o rei da Babilônia já escolhia quem ficaria como rei, mudando até o nome da pessoa, parte dos utensílios do Templo já tinha sido levada. Em 587 a. C. acontece definitivamente, o Templo é destruído, quase nada sobra em Jerusalém.

Por volta de 536 a.C. (sempre dizemos "por volta" porque a data exata é difícil de definir, já que tem ajustes de calendário e os registros podem ser aproximados) o povo volta desse cativeiro, com a intervenção do rei Ciro, da Pérsia. Esse processo todo (desde a primeira invasão) completa os 70 anos que Jeremias descrevia e Daniel interpretou (Jeremias 25.11 e 29.10 - Daniel 9.2). Mas quando o povo foi levado, a cidade de Jerusalém foi destruída e, consequentemente, o Templo, uma vez que a religião e a política andavam de mãos dadas naquele tempo. Destruindo o Templo, destruía-se a política e povo se tornava escravo.

Na volta, que podemos ver nos livros de Esdras e de Neemias, o povo se preocupa com a reconstrução do Muros e da Cidade de Jerusalém. Mas o Templo permaneceu, por muitos anos (aproximadamente 18) em ruínas. É aqui que aparece Ageu e incentiva essa reconstrução. A Terra natal já estava em ordem, as casas, refeitas, mas o Templo permanecia em ruínas. O povo, independente disso, permanecia adorando no local do Templo, mesmo sem reconstruí-lo. Era necessário dinheiro para essa reconstrução e o povo devia sonhar em fazer algo tão grandioso ou até mais que o Templo de Salomão.

Seguimos na próxima semana, permitindo o Senhor!


Que Deus continue abençoando!

Forte abraço!
Em Cristo,
Ricardo, pastor
http://www.ministeriocompartilhando.com.br

Para acompanhar as mensagens em áudio - https://anchor.fm/compartilhandonaweb ou pode pesquisar "Compartilhando Na Web" na plataforma de Podcast de sua preferência
 
Para acompanhar as mensagens com o texto na tela e lidas pelo pastor Ricardo - http://youtube.com/PrCacoBorba e procure a playlist "Mensagens em texto" e o dia da semana escolhido

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O ouvinte

O anel: Quanto você vale?

Resumo dos livros da Bíblia - 1 Samuel (10)